História

Professor, biólogo, ambientalista e militante das lutas pela promoção da igualdade. Esta pode ser a síntese da atuação do Deputado Estadual pelo PT, Bira Corôa

Nascido no subúrbio ferroviário de Salvador e criado na cidade de Camaçari, Bira iniciou sua militância desde jovem atuando em movimentos culturais abordando a luta dos afrodescendentes na sua cidade e na Bahia. Assim Bira Corôa correu o mundo e foi convivendo a cada dia com as injustiças sociais por que passa a classe trabalhadora, especialmente a comunidade negra. Esta convivência não se transformou em acomodação, pelo contrário, despertou a necessidade de lutar contra elas. Assim, participou ativamente da criação de grupos para debater e lutar contra esta situação, demonstrando seu espírito coletivo desde o início.

Na luta sindical, ele foi fundador da Associação dos Professores de Camaçari, foi o primeiro presidente da entidade que deu origem mais tarde ao Sindicato dos Professores de Camaçari (Sispec).

No Partido dos Trabalhadores, Bira foi um dos fundadores na Bahia e em Camaçari, estando entre os primeiros filiados do partido e presidente municipal por algumas gestões.

Foi co-fundador do Grupo Calango, um dos primeiros agrupamentos ambientalistas do Brasil, no município de Camaçari.

Logo que assumiu o mandato de vereador em Camaçari Bira Corôa pautou a luta da população negra na Câmara. Em seguida assumiu a presidência da Casa Legislativa Municipal e com os instrumentos que o cargo permite ajudou ainda mais a organização da comunidade negra da cidade. Na Câmara, criou um grupo de debate permanente com a participação de todas as organizações do movimento negro para organizar as lutas de um modo geral, construir o "Novembro Negro" na cidade e lutar contra a intolerância religiosa que atinge principalmente as religiões de matriz africana.

Em 2006, se elegeu Deputado Estadual e assumiu a presidência da CECAD, Comissão Especial da Comunidade Afrodescendentes. Na reforma das comissões da Assembleia Legislativa da Bahia a CECAD foi uma das primeiras a ser proposta a extinção. Bira procurou articular a bandeira dentro do parlamento e fora dele, nas instituições e nas organizações sociais. Desta forma, conseguiu a permanência da Comissão e a transformação em CEPI (Comissão Especial da Promoção da Igualdade), dando um novo caráter a ela.

Em 2010, Bira Corôa continua a frente da Comissão Especial de Promoção da Igualdade (CEPI) da Assembleia Legislativa da Bahia como presidente. No ano passado (2009) a CEPI participou de momentos importantes na luta pela construção de políticas afirmativas.

Com uma bandeira em defesa dos Povos e Comunidades Tradicionais (que envolvem as comunidades quilombolas, índios, ciganos, dentre outros), dos LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Transgêneros) na luta contra a homofobia, dos trabalhadores, dos agentes de proteção a infância e adolescência, das mulheres, entre outros segmentos sociais, Bira Corôa atua no legislativo estadual com um projeto político movido pela transformação social.

Na Assembléia Legislativa Bira Corôa assumiu como presidente as Comissões: Especial da Promoção da Igualdade (2007, 2009 e 2010), Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público (2008); titular das Comissões: Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviços Públicos (2007- 2009), Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos (2007, 2009), Especial da Promoção da Igualdade (2008); suplente das Comissões: Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle (2007-2009), Direitos Humanos e Segurança Pública (Abr/2008), Direitos Humanos e Segurança Pública (2009).

PT - Partido dos Trabalhadores

Gabinete: Deputado Estadual Bira Corôa, sala 106, ALBA/CAB • 71 3115-7150 / Fax 71 3115-5539 • biracoroa@alba.ba.gov.br

Espaço 13: Av. Eixo Urbano Central, 1110, Bairros dos 46, CEP: 40.800-000 - Camaçari/BA - Tel.: 3627-3013